Carta para Jesus

AlbertoCohen

Segura na minha mão, pois nem isso sei fazer,
e mostra-me Teus Caminhos meu Jesus de Nazareth.
Faz que eu entenda que as perdas são achados para os Céus,
que as almas dos que se foram estão bem perto de Ti,
sem sofrimentos, nem dores, somente a paz e a alegria
de finalmente habitarem o seu verdadeiro Lar.
Necessito mais que nunca, meu Jesus de Nazareth,
de uma frase ao meu ouvido que me faça compreender
que as Verdades prometidas são Verdades de se crer,
Verdades absolutas, Verdades por se viver
a provisória existência da eternidade esperar,
na infinita vontade do infinito recanto
onde a saudade, a tristeza e este imensurável pranto,
deixarão de existir, nunca mais terão lugar.
Uma palavra, um murmúrio, meu Jesus de Nazareth,
que me chame de Teu filho e diga que sou capaz
de andarilhar tropeçante nas pedras que eu mesmo fiz,
sem sentir esta tristeza, sem proclamar-me infeliz,
pois o fim da caminhada será apenas começo
de luzes, de reencontros com aqueles que me esperam
para a paz absoluta, paz que nem sei se mereço,
mas que me darás, bondoso, meu Jesus de Nazareth.
 
 
 
 
 
Jpg Jesus
Wav: SecretGarden-SongsFromASecretGarden
 
 

 
 
 
 
 VOLTAR