Dê uma chance ao amor

Alberto Cohen

Desfaça as rugas da testa,
deixe brilhar seu olhar,
mostre o antigo sorriso
e quem sabe ele virá.
A fé remove montanhas,
a questão é acreditar
que o amor pode, de novo,
bater tímido em sua porta,
pedir morada em seu peito,
habitar seu coração.
Deve estar aí bem perto,
dormir sozinho ao relento
sem ter um destino certo,
sem qualquer encantamento,
e, de repente, um sorriso,
olhos brilhantes de festa,
nenhuma ruga na testa,
podem convidá-lo a entrar
e fazer a sua morada
em quem não tinha mais nada
e desistira de amar.
Dê uma chance ao amor.

 

 

.~.~.VOLTAR.~.~.