Qualquer
 
Alberto Cohen


O absurdo maior é estar aqui
sem ser amado,
sem colher flores,
sem andar na chuva,
sem ouvir obrigado,
com tanto amor apenas esperado,
a casa toda pra enfeitar com flores,
essa vontade de andar pela chuva,
e a carência de um muito obrigado.
Finalmente, num dia qualquer,
num delírio qualquer,
num nem sei por quê qualquer,
escrevi este poema que recuso,
terminantemente, chamar de qualquer.

 

 

Tube paisagem Annabr

Tube Moça e passaro

Denise Worisch

 

 

 

 

.~.~.VOLTAR.~.~.