Se eu pudesse

Alberto Cohen

Se eu pudesse,
seria de novo menino
e colheria uma flor na madrugada,
para, anônimo, deixá-la em tua sacada.
Se eu pudesse
faria meu primeiro poema
dizendo-te do amor que eu nem sabia
ainda que era amor pra vida inteira.
Se eu pudesse,
teu sorriso guardaria
em minha boca para que a alegria
em mim sorrisse como sorririas.
E se eu pudesse,
minhas mãos, hoje vazias,
estariam abertas na esperança
de que voltasses como uma criança
a segurá-las todo santo dia.
Mas sou um tolo, muito mais que crente,
pois jamais voltarei a ser menino
e na canseira de esperar a volta
na verdade nem sei se ainda sou gente.
 
 
 
 
 
Jpg Casal anjos

 

.~.~.VOLTAR.~.~.