Despejo

AlbertoCohen

Inabitar-me em ti é solução
para perdas de esperas e procuras.
Libertar-me, afinal, deste arcabouço
que preenche a epiderme e faz que a alma
não seja leviana, viageira,
descobridora de novos encantos.
Voltar a proferir palavras minhas,
sem procurar em teu vocabulário
a entonação com que me viciaste
no comungar desejos e carinhos.
Desvencilhar-me da prisão perpétua
de ser metade, apenas, nada mais,
pode ser a alforria tão sonhada
de perseguir caminhos casuais.
E como barco que não tem um cais,
atravessar tormentas, calmarias,
ignorando pragas, profecias,
numa aventura de voltar jamais.

 

.~.~.VOLTAR.~.~.