DIAS DE HOJE

AlbertoCohen

São dias de demônios e maldades,
de bruxarias sujas e medonhas,
de ter o primogênito escondido
da vingança do exterminador.
São dias de preceitos e de rezas,
de joelhos feridos, de mãos postas
e cilícios sangrentos de pecados
da mesma carne que serviu prazer.
São dias de mentiras e verdades,
de escuridão total, de claridade,
de suplicar, em vão, o paraíso,
com a porta do inferno escancarada.

 

 

.~.~.VOLTAR.~.~.