PARTICIPANTES

 

01 - Ilze Soares
02 - Marcial Salaverry
04 - Naidaterra
05 - Hebe Silva
06 - Humberto - Poeta
07 - Antonio Barroso (Tiago)
08 - Rosamaro
09 - Mifori
10 - Cida Micossi
11 - Eugênio de Sá
12 - Ju Armos
13 - Nicola Araujo
14 - Marlene V. Aragão
15 - Sueli do Espírito Santo
16 - Jerson Brito
17 - Ilze Soares

 

 

 

A Lua

Ilze Soares

Nos brancos lençóis de nuvens,
desperta a lua, dengosa, faceira...
Penteia a longa cabeleira
de raios prateados
e como donzela brejeira,
pelo ceu se põe a passear...
Espalha seu sorriso faiscante,
enche a noite de magia,
inspirando-nos a compor belas poesias...
Ah, lua querida, quem me dera com voce viajar,
e, de carona em seus raios, docemente repousar
no rosto da pessoa amada,
trazendo-lhe a paz desejada,
um sono tranquilo e sonhos coloridos...

 

 

 

 

SOB A LUZ DO LUAR

Marcial Salaverry

Sob a luz do luar,
miríades de estrelas a contar...
Dois corpos a se amar,
dois corações a suspirar...
O amor acontecendo,
de prazer vivendo...
Nada além do amor,
em seu doce torpor...
Suaves carícias,
do amor, as delícias...
Doces carinhos,
ambos, sozinhos...
Mais nada no mundo,
nesse amor tão profundo...
Dois corpos... dois corações...
duas almas... emoções...
O doce encontro do sexo...
Gostosa junção do côncavo e do convexo...
Nessa entrega total...
Num único e imenso AMOR...

 

 

 

 

NOITE ENLUARADA

O meu amor cheio de paixão e eu
completamente enamorada...
Distantes da selva de pedra,
libertos em campos verdes,
margaridas ao vento,
céu bordado de estrelas
e o luar nos convida a ficar...
O tempo aguarda, não
passa enquanto nossas bocas
estão uma dentro da outra,
não passa enquanto toca
meu corpo, não passa
enquanto não adormeço
nos teus braços...

Naidaterra

 

 

 

 

A Lua

Na areia branca da praia
Somente eu e você
Ali deitados...
Por um longo tempo
Observamos as estrelas
Que brilhavam
Num céu estrelado.
Fizemos juras de amor
Nos beijamos
Suas caricias ousadas...
O unico som
Eram as ondas no mar
Agitadas...
O vento que batia forte
Se misturava
Com as batidas de dois corações
Numa entrega total...
A lua...
Testemunhando nosso amor....

Hebe

 

 

 

 

SÓ, AO LUAR

Humberto - Poeta

Por capricho do destino,
Ou por decreto divino
Eis-me preso a esta paixão;
Paixão que é ânsia e desejo,
Mas que me nega o ensejo
De em teus lábios dar um beijo
Da lua ao suave clarão!!
Se leio, mesmo distante,
Teu poema sussurrante
Murmurar de amor mil juras...
Então vêm-me, nem sei como,
Todo um idílico assomo
De desejos que eu não domo
E de proibidas venturas!
Mesmo com a lua apagada
Na soturna madrugada,
Suponho que estás aqui...
Carícia incompleta e oca
Que me nega a ânsia louca
De ter na minha a tua boca...
Ah... quanto sofro por ti!

 

 

 

 

A Lua

Dizem que a raposa matreira,
quando viu brilhar a lua
num charco da sua rua,
logo pensou ser um queijo
e, não sustendo o desejo,
saltou logo de primeira
para o meio dessa ilusão,
mas o destino assim quis,
que fosse de encontro ao chão,
quase partindo o nariz.
Mas eu, amor, não vou nessa,
se vir aparecer a imagem,
já sei que não miro um queijo,
e até faço uma promessa
de não crer nessa miragem,
mas se tua boca me atrai,
eu vou conter o desejo,
não vá eu dar algum beijo
na careca do teu pai.

António Barroso (Tiago)

 

 

 

 

LUA CHEIA.

Ah!como eu gosto de ver
Quando surge a lua cheia,
E começo a reviver,
Com saudade que incendeia,
Minha mente criativa,
Que ao sentir tanta saudade,
Fico até muito emotiva.
E a luz brilhante do luar,
Num momento de emoção,
Leva-me a meditar,
Fazendo uma oração.

Rosamaro.

 

 

 

 

A LUA É...

Mifori

A lua é...
mistério e magia
acarinhando corações,
iluminando as noites,
fomentando paixões.
A lua é...
mistério e magia
influenciando o viver,
modificando os dias:
da fauna, da flora, do ser.
A lua é...
mistério e magia
como fonte inspiradora
dos artistas e poetas;
O romance a tem por co-autora.

 

 

 

 

Noite de luar

Cida Micossi


Brinca prateada a lua
Por detrás de nuvens negras
Num jogo de esconde-esconde
Seus raios traçando nesgas

Reflete a sombra da lua
O mar calmo e silencioso
Compartilhando o segredo
De nosso encontro amoroso

Enquanto a lua se esconde
O escuro nos protege
Meu corpo aos seus toques responde
E faz com que o mundo nos inveje.

Santos, 13/01/2009

 

 

 

 

Luar de verão

Eugénio de Sá

Noite límpida esta brilhando na janela
Do quarto onde me deito e tu te deitas
É nosso o leito onde tu me rejeitas
É minha a dor ou o que resta dela

Campeia a indiferença neste espaço
Onde te chamei minha e fui o teu senhor
Era a festa da vida vivida com amor
De tanto que nos demos não permanece traço

Nesta noite estival é frio o meu pesar
Ao lembrar a doçura experimentada
Conhecendo-te a ausência embora aqui deitada
E assumo o travesseiro cansado de lembrar

 

 

 

 

A lua

Quando surge a lua no horizonte
tão branca, eterna e serena,
é senha secreta de secretos amores,
hipnótica paixão nascida sob tua fonte.

Acompanhas o luar, em escalada,
invadindo os limites do teu leito.
Te excita, te seduz e alimenta,
por momentos, de ti enamorada.

Desperto em ciumenta sintonia.
Desejos de ser o luar da tua madrugada.
Te beber todo em luz, êxtase e poesia.
Ser tua amiga, amante e sempre amada.

(Ju Armos)

 

 

 

 

A lua

Bela nascida no leste
Navega no seu barco a vela
Por entre o luzeiro das estrelas
Que Cintilantes Iluminam a passarela
Por onde passeiam eles e elas
Apaixonados e de mãos dadas
Percebem e admiram
O brilho trigueiro
Desta lua faceira

Nicola Araujo

 

 

 

 

A Lua

Nos olhos brilham
Paisagem prata do céu-
Lunar Primavera.
No coração brilha o amor
Na boca brilha o desejo.

Marlene Vieira Aragão

 

 

 

 

NOITE DE LUA CHEIA

Sueli do Espírito Santo

Noite de verão, a lua toda cheia
no espaço onde o amor vagueia
eu fico te buscando tremulante
e quando a tua imagem eu vejo
incendeia-me o calor do desejo
e com esse desejo eletrizante
sob o céu, sob o clarão da lua
eu quero ser inteiramente tua
neste universo deslumbrante.

http://www.sue2001.recantodasletras.com.br

 

 

 

 

A LUA

Jerson Brito

Sorrindo lá no céu toda jeitosa
A luz mui prateada em nós derrama
Alegra nossas noites linda dama
Repleta de fulgor, maravilhosa
Enfeita nossas cenas de amor
Fazendo dos encontros esplendor
Compondo uma moldura luminosa

 

 

 

 

A Lua
Ilze Soares

Soberana, atrai todos os olhares
quando surge esplendorosa, toda cheia!
Passeia solitária pelo ceu,
despertando amores,
inspirando belas poesias...
Mas o pobre coração seu
tem um dono que,
por obra do destino
ou do desatino,
brilha no reino do dia...
São poucas as ocasiões
em que esse triste casal
pode se encontrar
e dar vazão a tanta paixão!
Ah, neste instante, então,
o mundo todo se escurece
para acobertar esse amor sem igual!

 

 

 

 

Arte Neusa Suely

Adaptado por Mara Pontes©

 

.~.~.VOLTAR.~.~.