Participantes

 

01 - Ilze Soares
02 - Naiara Barbedo
03 - Rafa
04 - Marcial Salaverry
05 - Ruth Sivieri
06 - Cel Carvalho
07 - Naidaterra
08 - Antonio B.Pinheiro
09 - Luiza Benício
10 - Kedma O'liver
11 - John Doe
12 - Antonio Barroso(Tiago)
13 - Ângela Conde
14 - Elmira C.Hernandez
15 - Borbollettah Sandra Regina
16 - Zenaide Giovinazzo
17 - Vera Hernandez
18 - Roze Alves
19 - Eri Paiva
20 - Sonia Salete
21 - Helena Luna
22 - Clara da Costa
23 - Iza Mota
24 - Mel Redi
25 - Ervin Figueiredo
26 - Hebe Silva
27 - Nilda D. Tavares
27 - Isabel Passos
28 - Marlene V. Aragão
29 - Erondina Sampaio
30 - Cássia Vicente
31 - Isabel Schulte
 

 

 

 

 

Brisa

Ilze Soares

Brisa que passa por mim,
trazendo sussurros de uma voz
tão conhecida
e querida!
Brisa que me refresca,
que traz promessas
nunca cumpridas,
leve meu beijo de amor
a quem nunca esqueci...

 

 

Numa tarde de verão
Brisa

Naiara Barbedo

a brisa toca meu rosto
lembranças que vem e vão
me dando a sensação
de um tempo gostoso.
Os pés descalços
tocando o mar
que vem em meu encalço
com carinho me encontrar
gostoso como um abraço.
Caminhando eu sigo adiante
meu destino é procurar
um lugar radiante
para sonhar, sonhar e sonhar....

 

 

Brisa

Leva contigo, vento brando;
murmúrios de minha voz...
Refresca o corpo doce brisa
a quem sabes que precisa...
Guarda segredo entre nós!...
Sussurra um recado meu...
Promessas, jamais farei,
mas nunca me esquecerei
de numa brisa suave
impregnada de odor...
Fazer chegar até ela
um beijo eterno
de amor!

Rafa
SP-Brasil

 

 

A BRISA DA MANHÃ

Marcial Salaverry

Suave brisa matinal,
trazendo-me as carícias
cheias de delícias
de meu amor,
dando à vida mais calor...
Tanta suavidade...
Tanta felicidade...
A suave brisa me traz,
quando pela janela aberta,
ela entra muito esperta,
e de meu sonhar desperta...
Essa suave brisa
que minha pele alisa,
representa o beijo
cheio de desejo,
que recebo ao despertar...

 

 

SUAVE BRISA

Ruth Gentil Sivieri

Na suave brisa que passou
havia muitos rastros e pegadas
de flores e de rosas encarnadas
sendo restos do amor que ele deixou.

 

 

Brisa

Que passa suave
beijando meu rosto
abraçando meu corpo
assanhando meus cabelos,
me traz o perfume das flores
o murmúrio do vento
o cantar de um passarinho
vem e adormece em meu ninho ...

Cel (Cecília Carvalho)

 

 

BRISA

Brisa que tocou minha pele
exalando um perfume de lírio,
conceda-me a eternidade
deste momento que me fez esquecer
que a dor existe e que o mundo é triste...

Naidaterra

 

 

Outono...

As folhas vão caindo lentamente,
Pelo destino fatal da mutação,
Leva-as o vento em branda viração,
Mimadas pela brisa docemente.

O sol põe no seu manto refulgente,
Luz da saudade, em ritual de união,
Como um rei despedindo-se do Verão,
Com pompas de ouro, à tarde no poente.

Outono! Encanto com algo de magia
De ouro e púrpura, em vaga nostalgia,
De ave que parte para longe no migrar.

Murcham as rosas num adeus à vida,
Vida perdida, que canta dolorida
Como quem canta um adeus para não chorar...

António Boavida Pinheiro

 

 

B R I S A


Como é gostoso sentir a brisa!
É como se um rodear de auréolas
Nos envolvesse !

E, nesse envolvimento,
Sentimo-nos bem,
Amparados por Deus!

Se havia algum problema,
Já se foi...
Estamos livres de qualquer instabilidade!

E, respiramos com profundidade
Todo bem que se nos vem
Agradecidos!


Luíza Benício

Recife-fevereiro-2009

 

 

 

BRISA

Kedma O'liver

Brisa que toca meu rosto
Desfaz o meu cabelo
Deixa-me descabelada
Parece desmazelo
Brisa que levemente
Pelo meu corpo passa
Deixa-me eriçada
E um tanto sem graça
Brisa que me enlaça
Bem leve, de mansinho
Parece ser seus dedos
A me tocar com carinho
Brisa fria, leve,que vagueia
Me deixa quase sem ar
Quando sinto em meus pelos
Suavemente passar

 

 

Brisa

A brisa passou
e levou meu amor.
"Mas não tem nada não
tenho o meu violão!"

John Doe

 

 

A brisa

No dorso da brisa,
O sonho me avisa
Que o amor precisa
De prenda formosa,
E o meu pensamento
Parece ser lento
Nas asas do vento
Pra dar uma rosa.
Olhando-me, então,
Com sofreguidão,
Pões, com emoção,
A rosa no peito,
Fremente o desejo,
Em suave arquejo,
Atiras-me um beijo
Que pego com jeito.
E à minha beira,
A brisa fagueira J
á parte ligeira
Erguendo o sobrolho.
Levanta a cabeça,
A partida começa,
Olha-me travessa
E pisca-me o olho.

António Barroso (Tiago)

 

 

Brisa...

Angela Conde

Que suavemente me toca
trazendo as lembranças
de outros toques...
Carícias de um amor
que parecia não ter fim
mas teve seu término enfim.
Só ficaram as recordações
que hora ou outra
a brisa sopra em mim...

 

 

Brisa

Elmira Couto Hernandez

Noite acalorada, cheia de amor
caricias, sussuros,
beijos trocados, molhados
nossos corpos quentes
vigiados pelas estrelas,
enfraquecendo o luar,
chegando a brisa
do frescor da manhã
para refrescar o fogo da paixão.

 

 

BRISA

O gosto da brisa a soprar
faz meu pensamento voar
me chama o vento
num voo leve e lento
me leva onde quer
no momento que quiser
me anima a vida
que me é concedida.

Borbollettah Sandra Regina

 

 

BRISA

Zenaide Giovinazzo

Quanto a brisa
toca meus cabelos,
sinto seu hálito
no sussurro
das palavras
de amor...

Os pensamentos
invadem-me,
e triste choro
sentindo falta
do seu carinho
e do seu calor!

SP/05/02/09

 

 

BRISA

Vera Hernandez

Essa brisa suave,
vinda do mar,
molha meu rosto, meus cabelos, meu corpo
meu coração, minha alma.
Essa brisa traz você até mim!
Brisa amada que me deixa ao teu lado...
Que me faz sentir tuas mãos,
teus beijos,
teus carinhos,
tuas delícias.
Brisa suave, adorada, te sinto
amor meu, vida minha muito
amada e querida.
Vou te amar, através dessa brisa,
por hoje e pela eternidade!
Esse amor, misturado com a brisa
que me chega de você...
É minha loucura!

 

 

Brisa

Roze Alves

Deitada, corpo molhado
A sorrateira brisa chega
Meus pelos se eriçam
Sinal que ela me tocou,
mas eu nada sinto
Ali, inerte, tomada de sonhos...
Um sonho feliz e sensual
Meu amor a me chamar, me quer
E eu me entrego sem pudores
Respiro profundamente
E a brisa sorrindo a tudo assiste,
não sai do meu lado, toma meu corpo
e eu a sinto gelada
Me arrepiando, acabo por despertar
E a brisa sapeca vai a outros vigiar.

10/02/2009

 

 

BRISA DO MAR

Eri Paiva

Cai a tarde serena e fria
E me deixo acariciar
Pela brisa fresca do mar
Minha alma em nostalgia
Se encanta, se delicia
Descalça na fina areia
Na praia vou caminhando
Com o mar vou me encantando
Como se encanta a sereia
E o vento sussurrando
Em ondas ao meu ouvido
Me fala de ti querido
E aí não resisto, eu grito
Te chamando, só chamando
E teu nome ecoando
Se vai pelo infinito...

Em 06. 03.2008

 

 

Brisa...

O perfume que exalas
Tem a mesma magia
Que se encontra no teu olhar,
Brisa doce, de meu eterno senhor!

Sonia Salete
01/04/2009 SP

 

 

BRISA

Vento de outono, chegou manso,
tocou-me a face de leve,
como a brisa matutina,
beijando meu corpo, em menina,
e se foi rápida e breve.
Deixou lembranças, esperanças,
que ainda iluminam meu peito.
Brisa fresca, vem agora,
não me abandona na estrada,
contemplando o tempo e o vento
sem perspectivas de nada.

Helena Luna

 

 

BRISA

Clara da Costa

A brisa leve do mar,
de um entardecer
balançou meu cabelos
como um sussurro...
Senti você
me envolver em teus
braços...
e sussurrar,
como a brisa...
Eu te amo!

18.01.08

 

 


Brisa

Iza Mota

Fecho os olhos e
sinto você chegar,
suavemente me tocar
... Trazendo em ti
o aroma do mar,
... Deixando em mim
o prazer de sonhar.

Recife-PE

 

 

BRISA

Mª Emília Redi

Esta brisa suave que passa
Refrigera meus sentidos...
Traz de volta, bem de mansinho,
Todos meus sonhos esquecidos
Além do horizonte da tristeza...
E deixa-me a Paz da certeza
De que tenho na vida - um Sentido !!!

Mel Redi

 

 

Brisa


Descansar à sombra de uma árvore
Ouvindo os sons de sua folhagem,
Contemplando um céu de mármore
E pássaros que exibem bela plumagem...

Sentir lenta sua própria respiração,
Observando a vida, seu encantamento,
Num pulsar sereno de seu coração,
Enquanto viaja nos seus pensamentos.

Ao fundo sussurra uma doce orquestra,
Executando com toda sua maestria,
A música que faz seguir na floresta,

E até o mais áspero acalma e suaviza.
Um gostoso momento de tenra melodia
Embalando a gente, ao soprar de uma brisa!

Ervin Figueiredo
01/ abr/ 2009 Americana/ SP

 

 

BRISA

É madrugada...
O silêncio toma conta de tudo...
Meus olhos estão fechados
Mas presto atenção nos sons...
Sinto a brisa que toca meu rosto...
Meu coração dá um salto...
Tenho a impressão de sentir seu toque...
Que chega de longe
Para me acariciar...
E meu coração acalmar...

Hebe

 

 

Suave é a brisa.

Brisa que passeia entre os montes,
que desliza em horizontes
e brinca com as ondas do mar.
Que acaricia o meu amor,
que refresca o calor
do meu corpo a queimar.
Brisa que baila serena
na canção morena
que eu quero cantar.
Brisa, sinta a emoção
que o som de um violão
espalha no ar.

Nilda D. Tavares.
RJ

 

 

BRISA

Isabel Passos

Vento fresco e brando
meus cabelos vai afagando,
e acariciando minha pele...
Rouba o perfume da tília,
espalhando-o por onde passa.
Vento brando e fresco,
que durante o dia, corre do mar para a terra,
traz as carícias daquele que meu coração encerra...
De noite, vai da terra para o mar,
para ao meu bem recados levar...
Leva mil beijos ao meu amado
que está lá... do outro lado.

 

 

Brisa...

Ah! brisa que me faz festa,
altiva e perspicaz, atesta:
É por sua causa esta calma
Que mima minha mão,
Que beija minha boca;
Que afaga meu coração
Que me deixa assim feliz...
Tenho você... isso me basta!

(Marlene Vieira Aragão)

 

 

SUAVE BRISA

Que passa pelas folhagens a cantar
trazendo noticias do meu amor
que longe esta, do outro lado do mar.
Passa lépida, faceira e contente
dizendo pra mim que ele me ama
realmente e que comigo quer se casar.
Brisa suave leve ao meu amado essa resposta:
Fale ao seu coração da minha emoção
e do meu sonhar.
Diga-lhe que espero o dia em que
vamos nos encontrar.
Leva-lhe meu beijo de amor,
fazendo-o cheio de desejos ficar,
acaricie sua face suavemente
diga-lhe que desejo lhe amar e
por fim,
deixe nele o meu perfume
embriagador...:)

Erondina Sampaio
-SOL-
04/04/2009

 

 

Brisa

Cássia Vicente

Um vento brando vem calar meu pranto
enxugando minha face da saudade
que toma conta do meu peito
nesta tarde fria de outono...
Respiro profundo pra sentir o recado
que a brisa traz...
Não poderia ser outro senão o perfume
da razão da minha saudade...
Deixo que me contamine e
dou vazão ao sorriso de felicidade
por ter um pouquinho dele em mim...

 

 

Brisa

Caminho molhando meus pés
na areia úmida da brisa.
Caminho na direção dos meus pensamentos
que procuram os teus.
A brisa me faz refletir o que passamos,
levando minhas lágrimas com ela.
Choro sim... que posso fazer,
perdi meu amor,
assim como a brisa se dissipa com
os raios do sol.


IsabelSchulte
Pelotas/RS
13/04/2009

 

 

 

Edição Mara Pontes©

 

.~.~.VOLTAR.~.~.