Participantes

 

 

01 - Ilze Soares
02 - Gildina oriz(Magy)
03 - BellVil
04 - Helena Luna
05 - Beki Bassan
06 - Clara da Costa
07 - Naidaterra
08 - Rute Seubert
09 - Antº Cícero da Silva
10 - Hebe Silva
11 - Isabel Passos

 

12 - Antonio Barroso(Tiago)
13 - Dany Burgueira
14 - Marcial Salaverry
15 - Naja
16 - Mifori
17 - Paulo Mello
18 - Ilze Soares
19 - Humberto - Poeta
20 - Ida Montez
21 - Hebe Silva
22 - Marlene Vieira Aragão

 

 

 Que vergonha eu passei
na festa de São João!
Com tantos convidados,
não arrumei um namorado!
A noite inteira eu dancei,
mas vazio ficou o coração...
Ah! Que vergonha, São João!

Ilze Soares

 

 

 Ah amiga! Causa disso,
nun carece ter vergonha não!
Vamo mesmo é alegrá
cum Santo Antônio,
cum São João,
e SãoPedro.
Dança cum todo convidado
esquecê o namorado.
Desmentí o que diz
o Arnaldo Jabor,
que tamo com fome de amor,
que o mal do seculo é a solidão
Aqui, cum toda essa festança,
quem vai reiná é a Esperança.

Maria Gildina Roriz (Magy)

 

 

 Vergonha passei eu que
dancei noite toda, lado a lado
São João me acuda, sou tímida e desligada demais
Na quadrilha trocaram meu par
Todo mundo animado e
o rapaz ...
Nem era o meu namorado!!

BellVil

 

 

FORRÓ ANIMADO

Levanto a saia catita
e mostro a perna bonita
para tentar conquistar
um lindo moreno sestroso,
que seja bem carinhoso,
pra meu coração ocupar.
É noite de São João
- alegria está no ar,
tem canjica, tem quentão...
Vamos arrastar o pé
num forró bem animado.
Venham, venham! Quem quiser,
todos estão convidados.

Helena Luna

 

 

Num é vergonha não miga!
agora a moda é ficá
namorá está fora de moda
o bom que ocê dançou
e fizeste bonito
então vamu lá dançar
a quadrilha, uai!!!
Viva São João!

Beki Bassan

 

 

 Assim não vale São João!
Coloquei meu vestido de chita, um batom vermelho,
minhas tranças sedosas,
e o Zé nem me olhou!
Ah, que vergonha!
Só queria o Zé,
por quem meu coração bate,
que amo e com ele
quero casar...sniff!

Clara da Costa

 

 

Vesti meu melhor vestido,
me bezuntei com o melhor perfume e fui ter com São João.
Dancei e me comportei,
namorei com os zoinhos
e mandei beijinhos...
Mas namorar mesmo, quem
sabe no ano que vêm...
Ah! Seu São João
mais um ano...

Naidaterra

 

 

 Que vergonha meu santinho, arrumei um namorado.
Mas no final da festa ainda tinha muitos convidados e um beijo fui lhe dar.
E não é que saiu o tal do beijo estralado.
Perdão meu São João pois não era a minha intensão.

Rute Seubert

 

 

 AH, QUE VERGONHA!

Antonio Cícero da Silva

Estou muito envergonhado
porque na festa, não fui enamorado
tanto que dancei e procurei,
passei a noite de São João abraçado,
mas não consegui nada certo
e sentindo-me em pleno deserto,
comento:-Estou envergonhado, São João.

 

 

 Ah, Que Vergonha!

Fui dançar a quadrilha
Na festa de São João
Tão grande era a euforia
Que nem prestei atenção
Eu dancei com a Maria
Pensando ser o João...
Ah,que vergonha!
Que triste confusão!

Hebe.

 

 

AH! QUE VERGONHA!!!!!

Isabel Passos

S. João, na brincadeira
fui saltar a fogueira,
fui bailar a noite inteira.
Pra dançar, um belo par...
Seus olhos... estrelas a cintilar...
Cingia minha cintura,
suave e com desenvoltura...
Assim surgiu aquela doce sensação,
o pulsar mais celere do coração...
Roubou-me um beijo
Cheio de desejo,
No meio de tanta animação...
Ah! Que vergonha, S. João!!!

 

 


São João

Ai São João, São João,
eu gostava de ir, não nego,
mas não tenho um só tostão
p'ra mandar cantar um cego.

Assim, se não te importares,
sem fortuna, aqui me fico,
mando um mail para andares
com ele no bailarico.

Fica o São João contigo,
por certo, não leva a mal,
este mail dum amigo
de bem longe - Portugal.

António Barroso (Tiago)

 

 

Ah, Que Vergonha!

A festa estava tão boa,
e eu, toda animada,
a quadrilha dançava
em homenagem a São João.
Mas num tropeção
me estatelei no chão!
Que vergonha!

Dany Burgueira

 

 

 Careci di tê vregonha não,
causidiquê cé lindmaiz da conta,
é os homi qui ti desaponta,
pruquê num sabi dá o valô
presse tão gostoso amô
cocê tá ofrecendo...
Miespera ieu, tô chegano,
i já vô logo ti bejano...
Vamfestejá São João,
com amô no coração...

Marcial Salaverry

 

 

Fui na festa de São João
Pra dançar e namorar
Meu vestido de lacinho
Cor de rosa, e amarelo
Era todo enfeitado, que belo!!!
No cabelo uma flor bem grande
Entusiasmada que fiquei
Quis dançar até cair
Tanto ponche engoli, que...
Quanto subi no pau de sebo
Na gostosa festa de São João
Escorreguei e me estatelei no chão

NAJA

 

 

AH, QUE VERGONHA!!!

Mifori

Acendendo a fogueira
a quadrilha fui dançar,
peguei logo a companheira
e comecei a desfilar...
De repente...
Ao gritar:
"Não solte balão seu moço!..."
Sem tomar nenhum quentão,
engasguei com o caroço
da empada de São João.

(SJC: 20/06/09)

 

 

 Qui vergonha uai.
Pulei fogueira, quagi queimei os fundios.
Passei discarço nas brasa, queimei as zunhas e as friera,
Candinha fia do Seu Thomé nem zoiô preu.
Assim num vale São Jão.

Paulo Mello

 

 

 Numa festança qui nem essa,
só passa vergonha quem qué.
Ninguem arrepara si ocê
namorô ou ficô,
o bão é qui ocê muitio dançô.
Si caiu e levantô,
num carece vergonha tê.
Mai ficá cum a Maria,
achano qui é Juão...
É curpa do quentão!!!

Ilze Soares

 

 

 VIVA SÃO JUÃO!

Humberto - Poeta

Cumé bão festa junina,
Pois, véia, moça i minina,
Tudas éla entra na dança!
Nu pôntu ninguém num drómi,
Us cabôco mata a fómi
I túdu múndu ênchi a pança!

Eu vô cumê uma canjica
C'a minha cunhada Chica
Mais a cumádi Zabé...
I adispois di um bão quentão
Eu vô vê si inda to bão
Pra caí nu arrasta-pé!

U Tonho puxa a sanfona,
I a Bilica sorterona
Sórta prá Zéfa as fofoca...
Dissi qui viu u Zé do quêju
Na Candinha pregá um bêju
C'os bêiçu chêi di passoca!

Da fia du Zébedeu
Tudu mundu iscafedeu
Co'a farta di inducação!
Adispois qui arregalô-se
Di pinhão, batata dôci,
Garrô di sortá rojão!

I tântu fidia aquilo,
Nas venta, nus gragumilo,
Qui dava inté cumichão!
Mai dêxa u fedô pra lá,
Vâmu São Juão festejá
Cum rojão o sem rojão!

 

 

Festas Juninas

Ida Montez

Sou caipira, ah! que vergonha
Cheguei aqui no bico da cegonha
Era junho o mês mais festejado
Era festa aqui, ali prá todo lado..

Viva a Festa Junina !
Viva toda moçada"
Viva meninos e meninas
Viva toda velharada

È hora de muita brincadeira
Vamos pular e acender a fogueira
Comer pipocas e beber quentão
Com muita alegria no coração


Santo Antonio, casamenteiro
Me arranje um bom companheiro
Alguém que me leve pro altar
Eu tenho tanto carinho pra dar
O amor mais profundo
O maior amor do mundo

São João,São João
Não tem santo mais "bão"
Se não fosse só por isto
É também primo de Cristo
Vamos subir o pau de sebo
No começo nem percebo
Como é dificil agarrar a prenda
Quem conseguir vira lenda
É divertido e dá mais emoção
Se o herói se acaba de bumbum no chão...

São Pedro... São Pedro , oô santo "bão"
Pro senhor abro o meu coração
depois que o galo cantá duas "veiz"
Não espere ele cantar até" treis"
Tenho um pedido, se o senhor não se importa
Pode ir descansar , mas deixe a chave na porta

 

 

 Festa Junina

Nessa noite de São João
Vai ter muito quentão!
Vão acender a fogueira
E soltar muito rojão...
Vai ter muitas brincadeiras
Durante a noite inteira
Na dança da quadrilha
Você sera o meu par...
Quero muito aproveitar
E ao seu lado ficar
Até o dia raiar
E o São João comemorar!

Hebe.

 

 

 Festança: Ai qui Vergonha!

Festa julina começa!
Tem música e dança à beça
Tem doce, pé-de-molequi..
Mas, ai..ai, qui vregonha
cuntinuá na festança,
cuma cara di pamonha
pois, pru mais que me proponha
Tô sem par pra quarqué dança!
Num arrumu nem criança
Pr uma simpres contra-dança!
Nem u Juão de pilequi
Mi livrô dessa lambança!

Marlene Vieira Aragão

 

 

Edição Mara Pontes©

 

.~.~.Voltar.~.~.