PARTICIPANTES

 

01 - Ilze Soares
02 - Naidaterra
03 - Hebe Silva
04 - Antonio Barroso(Tiago)
05 - Gislaine Canalez
06 - Isabel Schulte
07 - Magaly Zingara(Maga)
08 - Jerson Brito
09 - Marcial Salaverry
10 - Mª Lourdes Brecailo
11 - Lenora M Sobrinho
12 - Humberto - Poeta
13 - Sandra Galante
14 - Isabel Passos
15 - Dilma Suero
16 - Marcos Milhazes
17 - Dudu Gragnani
18 - Cibele Teixeira
19 - Helô Abreu

 

 

 

 

Moça

Ilze Soares

Moça, que faz ai, absorta em pensamentos,
que não escuta o riso do vento,
o gargalhar das flores coloridas,
o murmúrio das folhas caídas,
que, sem nenhum lamento,
deixam o aconchego de seus galhos...
Voce não vê tantas belezas
porque, com certeza,
sofre esperando seu amor...
Moça, a vida passa tão depressa!
Não perca seu tempo,
quem espera sentada
acaba cansada!
Corra atras, vá à luta com fervor
e enfrente qualquer dissabor!
Sentada voce só se cansa,
o tempo passa
e voce nada alcança!...

 

 

 

 

MOÇA

Naidaterra

Não tente querer convencer
o tempo, irredutível ele passa
surdo, mas deixa marcas...
Não vê que o Sol ainda
brilha, que a noite ainda
tem seus encantos e a lua
ainda é a mesma que te chama para um passeio...
Não ignore a vida que ainda
pulsa dentro de você e tente se amar, só assim
um novo amor surgirá ,
igual ou ainda maior...
Viva e volte a sonhar com o belo que te espera em algum
lugar...

 

 

 

 

MOÇA

Hoje o que me resta
E sentar e te esperar...
Ja fiz de tudo por esse amor
Que ha muito me encontrou!
Chegou sem avisar...
Eu
Que estava tão distraida
Nem tive tempo de lutar!
Deixei você se instalar...
Fui me entregando...
Seus carinhos desejando...
Quando dei por mim...
La estava você e eu
Escrevendo
A mais linda história de amor
Minha e sua
Aquela que sempre sonhei
E desejei...
Você...
É a coisa mais bonita que me aconteceu!
Dizem que
Quem espera sempre alcança...
E eu quero você
Tem que ser você
O amor que quero pra mim.

Hebe.

 

 

 

 

Moça

Eras tão moça, menina,
de tranças bailando no pescoço,
mas já tinhas o sorriso namoradeiro
com que punhas em alvoroço
o lugar inteiro,
que te guardava na retina;
a tua face corada
era a flor da madrugada
que desabrocha ao sol, no calor,
era ave fugidia
em voos de acrobacia,
fazendo desenhos de amor;
aquele andar gracioso,
que compunhas para agradar,
era tão lindo, tão harmonioso,
que ninguém deixava de olhar
aquele teu corpo gingão;
brincavas com o coração
de todo o jovem que te via
e teu olhar, cheio de alegria,
ora dizia que sim, ora que não...
...Passaram os anos, tantos, tantos
que, hoje, os teus encantos
que eram, de todos, predilectos,
estão na paz da tua vida
quando olhas, embevecida,
o encanto dos teus netos.

António Barroso (Tiago)

 

 

 

 

Glosando Milton Nunes Loureiro
Gislaine Canales

VIVO DE SONHOS

MOTE:


Tarde demais...e as lembranças
vão comigo pela estrada...
eu que plantei esperanças,
vivo de sonhos, mais nada!

Tarde demais...e as lembranças
ficaram na primavera,
sozinho em minhas andanças...
Lembrá-las hoje eu quisera.

Tristezas...desilusões,
vão comigo pela estrada...
Labirinto de emoções,
sentindo o tudo e o nada!


Eu previa só bonanças
na minha vida futura...
Eu que plantei esperanças,
não queria desventura...

Triste e só, eu chego ao fim
dessa louca caminhada,
mas sou feliz mesmo assim:
Vivo de sonhos mais nada!

 

 

 

 

Moça

Pensativa...pensa na vida.
Sonhadora... sonha com o amor.
Tristonha...chora com o desamor.
Feliz... ama a vida.
Amada... será amada.
E assim é a menina,
que se transformou em moça.

(IsabelSchulte)
Pelotas/RS
29/08/2009

 

 

 

 

Moça

Magaly Zingaro
(maga)

Moça que faz aí sentada
pensando no que já passou!
Moça não sofra, ele não era merecedor do seu amor...
O tempo passa, não pode se lamentar pelo amor que se acabou.
O que passou, passou...
Não adianta esperar,
vá a luta, corre atrás de um novo amor!

 

 

 

 

MOÇA

Não me fite desse jeito
Esses olhos fulgurantes
Lançam raios cativantes
Aqui dentro do meu peito
Nada sei fazer direito
Diante de sua presença
Sobe-me um calor que adensa
De abraçar, de possuir
Desse corpo seu curtir
Sinto uma vontade imensa

Jerson Brito

 

 

 

 

MENINA E MULHER

Marcial Salaverry

Seja sempre essa menina,
esperta, ladina,
que me encanta e incita...
Seja essa mulher, que me excita...
Seus encantos de menina,
despertam meu lado paternal,
seus encantos de mulher,
excitam meu lado sensual...
Como menina,
quero-te em meu colo aninhada,
como mulher,
quero-te em meus braços apaixonada...
Para a menina,
um casto beijo,
para a mulher,
um beijo cheio de desejo...
Para a menina,
um gostoso docinho,
para a mulher,
um quente carinho...
Assim te quero,
assim te espero...
Como menina,
e como mulher...
Como quiser,
venha como vier...
Apenas, não me faça esperar...

 

 

 

 

A Bela Da Tarde

M. Lourdes Brecailo

A bela da tarde está aqui...
Junto a mim... Pois é o meu eu...
O tempo passa... Mas ela não se afasta...
Sempre alegre... Festiva como aos 18 anos.

Essa bela vive ao meu lado... E dentro de mim...
Acompanha-me pelos caminhos floridos da minha vida...
Dá luz aos meus olhos... Já meio cansados...
Brilho ao meu sorriso cheio de esperanças.

Ilumina o meu interior festivo...
Trasborda alegrias... Envolve o meu ser...
Aproxima meus parentes e amigos...
É o enfeite do meu próprio viver.

A bela da tarde vence o tempo...
Movimenta as águas...
Faz o sol renascer todos os dias... Dentro e fora de mim...
Refazendo o âmago do meu existir.

 

 

 

 

Moça...Absoluta

Encontrei outro dia
Uma moça...
Completamente dona de si
Apaixonada em usar cuecas
Cuecas slip, cuecas masculinas

Interessante gosto!
Ou seria inveja?
Um desvio psicológico?
Uma manifestação feminista?
Mas...é normal
Na cabeça dela!
Com tantos dominadores
Desajeitados donos do mundo
Se já não bastasse...
É lógico
Na cabeça dela!

Pois não é apenas mais um...
Absoluta
É apenas ela!

LENORA
( julho / 2009 )

 

 

 

 

TRANSFORMAÇÃO

Humberto Rodrigues Neto

Toda tardinha, quando eu regressava
do meu trabalho, uma gentil menina,
à porta humilde do seu lar brincava,
sentada à borda de uma velha tina.
Quando eu a via no dobrar da esquina,
e o meu olhar furtivo lhe lançava,
ela tomava da fazenda fina,
e o vestidinho com rubor baixava.
Cresceu, tornou-se moça, e em seus desdoiros
já pinta os lábios, já não se comporta,
pinta de negro os seus cabelos loiros...
Anda de salto pra realçar o passo,
e quando a fito, pouco lá se importa
de recompor a saia quando eu passo.

 

 

 

 

Moça

Sandra Galante.

Lá vai a moça toda faceira,
Com seu vestido justo , corpo perfeito,
Charmosa, passa as mãos em sua cabeleira,
Espera encontrar logo o seu eleito...

Cheia de ternura e ilusões,
Sonha com um lindo amor ,
Suspirando segue a busca de emoções,
É uma linda flor a procura do seu Beija- flor...

No corpo um só desejo, ela sabe o que quer,
Sedutora e angelical ,a moça quer se apaixonar,
Menina que quer amar ,deseja agora ser mulher ,
Em breve a moça vai amar, sonhar e muito chorar...

 

 

 

 

MOÇA

Isabel Passos

Que faz a moça bonita
de tez bronzeada
lindo vestido de chita
no cabelo fita dourada?

Está pra chegar seu amor
não sabe quando será
espera o que preciso for
pois acredita que virá

Sente forte emoção
uma doce sensação
no olhar esse brilho
duas estrelas sem trilho

Por seu amor a esperar
Nele sempre a pensar
aquela moça bonita
de lindo vestido de chita

 

 

 

 

MOÇA

(Dilma Suero)

Moça catita,
vestida de chita
com longos cabelos
presos com fita.
Quando sorri
ninguém resiste
seus dentes tão alvos.
Tudo consiste
em que a moça
tão linda, embora
tão pobre
nunca resiste
aos encantos fagueiros
que a vida oferece...

 

 

 

 

Yasmin

Estava sentado a beira de um riacho
Veio uma brisa maliciosa e cheirosa
E se esfregou em mim
Foi quando me lembrei de você

A anjinha com cheirinho de jasmim
E olhinhos de céu

Quando olhava para a serra
Tão bela!
Sempre arisca e sapeca
Segurava o vestidinho na prosa
Quando brincava nas danças de roda
Bem em baixo do luar

E se a natureza me permitisse
Rogaria em forma de acalanto
Pediria a Lua esse alento
Que deslizasse nas águas até as minhas mãos
Como num encantamento

Permitisse por um curto momento
Dá-la mesmo que por breve tempo
A hoje mocinha Yasmin

Marcos Milhazes***

 

 

 

 

Moça

A muito ela pedia,
Para mostrar os versos que eu fazia,
A vida apressada me impedia,
E de momento esquecia.
Mas hoje enfim,
Trago-te estes pequenos versos,
Leia-a com atenção,
Abra-te o coração,
Faço-te sorrir então,
Longe de mim a razão,
Deixo-te por estas linhas meu cálice,
Preciso de mim em ápice.

Dudu Gragnani 2007

 

 

 

 

Moça

Cibele C.Teixeira

Espera o convite pra dançar,
para nos braços do amor se lançar...
O desejo se insinuando
quando rosto no rosto colado,
o coração bate apressado.
Bambeira nas pernas vai dando,
devido à proximidade
que a dança justifica;
outra qualquer liberdade,
a sociedade critica.
Tem que ser bem comportada
pra não ficar mal falada...
E a mãe a buzinar no ouvido:
" isso não é permitido,
chegar perto, nem pensar,
homem quer se aproveitar."
Pobre moça de outrora
que, por viver reprimida,
perdeu o melhor da hora...
perdeu o melhor da vida.

 

 

 

 

MOÇA

HELÔ ABREU

De quem estes olhos tristes....
Olhos de menina que olham e se negam a ver
Olhos de assombro ou de desdém
Olhos de assombro,
Olhos que miram tristemente
Olhos que castigam cruelmente
Olhos que espiam, olhos de mel
Olhos ora arregalado, ora fechados
Olhos tristes. olhos risonhos
Olhos resignados ou exaltados, furiosos,
ruidosos, graciosos, amorosos.
Olhos que pedem...olhos que negam
Olhos que te fitam com espanto
Olhos que te fazem lembrar o mar
os rios e as tormentas.
Doces quando lembram a neve
Quentes te apetecem o sol
De que cor são afinal meus olhos?
Azuis de moça recatada?
Mel...doce e encantada?
Verdes de moça atraiçoada?
Pretos de mulher enamorada?
Não poderás nunca saber
pois quando me fitas
com teu olhar maroto
Não sou ninguém...nem menina nem moça
Perco-me nos teus...
Deixo de ser eu...

 

 

 

 

 

 

Adaptado por Mara Pontes©

 

 

.~.~.VOLTAR.~.~.