Participantes

 

01 - Ilze Soares
02 - Antonio Barroso (Tiago)
03 - Dany Burgueira
04 - Roberto Romanelli Maia
05 - Luiz G. Bezerra
06 - Helena Luna
07 - Ana Bela
08 - Sandra Galante
09 - Clara da Costa
10 - Marcial Salaverry
11 - Celia Jardim
12 - Cássia Vicente
13 - Hebe Silva
14 - Antonio B. Pinheiro
15 - Nicola Araujo
16 - Eduardo S. Ferreira
17 - Marilza Carvalho Branco
18 - Eugênio de Sá
19 - Vera Hernandez
20 - Naidaterra
21 - Mª Thereza Neves
22 - Roze Alves
23 - Marlene V. Aragão
24 - Cida Micossi

 

 

 

Lágrima Não Tem Cor

Ilze Soares

Minhas lágrimas não têm cor,
eu sei disto, tenho certeza!
Enxugo-as em lenço branco...São incolor!
Como é sabia a natureza!
Ja imaginou, na hora de uma grande dor,
lágrimas negras escorrendo pela face?
Ou então, lágrimas vermelhas de desespero
vincando o rosto e a roupa?
Seria lindo vermos lágrimas azuis de alegria,
roxas na hora da emoção,
quando agradecemos a Deus por algo bom
ou branco-leitoso na hora da felicidade?
Estou aqui matutando...
Que cor seria a lágrima da carpideira?
E aquela que esconde o motivo verdadeiro
de estarmos chorando?
Que cor seria a "lágrima de crocodilo"?
Como é sábia a natureza!

 

 

Lágrima Não Tem Cor

As lágrimas que correm pelo rosto,
Em longa catadupa de agonia,
São esbranquiçadas, porque o desgosto
Não tem coloração, à luz do dia.
Mas lágrima, p'ra dentro, é o oposto
E queima sempre mais, por ironia,
O choro, enegrecido é, bem composto,
Pois tem triste saudade em companhia.
Não há cores azuis nem encarnadas,
Ou verdes, ou até mesmo, amareladas,
Cores do arco-íris em crescimento,

Lágrimas que se soltam, tão aflitas,
Brancas ou negras, fruto de desditas,
Se elas se misturarem, são cinzentas.
António Barroso (Tiago)

 

 

Lágrima Não Tem Cor

Dany Burgueira

De fato, a lágrima é incolor.
Foi sábio nosso Criador,
que sabendo o quanto somos imperfeitos,
não a coloriu conforme a ocasião.
Lágrimas de amor,
de desespero ou emoção,
sulcam o rosto e não mancham o peito,
não importa se são falsas ou não.
Lágrima incolor,
que quando saem dos olhos do meu amor,
são azuis como ceu de verão!

 

 

LÁGRIMAS ADQUIREM CORES

ROBERTO ROMANELLI MAIA
ESCRITOR, JORNALISTA E POETA

Lágrimas adquirem cores
da alegria e da tristeza.
Do fracasso e do sucesso.
Da paixão, do amor e da indiferença
e do desamor.
Lágrimas adquirem cores de momentos vividos e sentidos.
De emoções e de sensações somadas, divididas e compartilhadas.
De sonhos que transformaram-se em realidade ou não.
De lutas e de objetivos que foram e são motivos
para viver, ser, sentir e amar.
Cada dia mais e mais.
Num suceder de tempos e de espaços
que não pode se esgotar nem findar.
Sim, lágrimas adquirem cores
de nossa vida e de nosso mundo.
Cores que se multiplicam e que vão além do infinito
onde começa e termina o universo.

 

 

LAGRIMA NÃO TEM COR...

Luiz Gonzaga Bezerra

Quem disse que lagrima não cor
Errou quem assim pensa
Pois lagrima é sinônimo de amor
Dos amantes que vivem no tempo.

Chorar faz parte da vida
Dos seres de sentimentos lídimos
Dos amantes que amam perdidos
Nas manhãs que se vão a cada dia.

Lagrima de saudade
De dor pela solidão
Dos sonhos assaz
Das grandes paixões.

Lagrima tem cor sim!
Veja as minhas pincelas de amarelo
Coloridas de amor na loucura da vida
Volitando entre as nuvens perdidas

Lagrima tem a cor do amor
Das paixões mal compreendidas
Dos abraços hauridos de calor
Entre o amor real e o amor bandido.

 

 

MINHAS LÁGRIMAS

Lágrimas, as minhas,
transparentes, incolores,
rolam soltas face abaixo
extravazando as mágoas
que me atormentam a alma.
Sem disfarce, pelo rosto,
dizem da dor, do desgosto,
que em meu peito se acolhe.
Doloridas, tão sentidas,
não se calam, incontidas:
choram a ausência do amor.

Helena Luna

 

 

Lágrima não tem cor

Os meus olhos fatigados da vida,
choram lágrimas sem cor
algo envelhece nos caminhos sem regresso
nos litorais saturados de esperas,
nas ruas onde adormecem os sonhos
à noite, quando sinto as ausências,
lágrimas sem cor escorrem na vidraça.
Chovem lá fora chuvas sem nome
tão frágeis, que se partem na memória
de pássaros em voos rasantes
que levam para longe as cores
das lágrimas que meus olhos secaram.

Ana Bela
2009-11-25
Portugal

 

 

LÁGRIMA SEM COR...

Sandra Galante.

Lágrima do amor que não tem cor,
Ela vem lá do fundo do coração,
Volita em torno de ti com cheiro de flor,
Te abraça na madrugada com paixão...

Lágrima da espera que tanto machuca,
Lágrima que em meu rosto escorre faceira,
Lágrimas de uma mulher que te ama, quase louca
Lágrima sem cor, mas lágrima verdadeira...

 

 

LÁGRIMA NÃO TEM COR

Clara da Costa

Lágrima não tem cor,
ela tem o sabor
dos sentimentos sinceros,
que jorram de uma alma
que se emociona.

A lágrima não tem cor,
ela tem a cor do sentimento
da despedida,
como o amor que se foi,
como o aceno do adeus,
como a partida inevitável...

Ao mesmo etempo ela tem a cor,
da emoção da chegada do amor,
do sorriso de uma criança,
de uma música que emociona,
de um olhar que apaixona...

A lágrima tem a cor
do amor,
da emoção que jorra
de quem sente e vive
o amor...

 

 

A MARCA DE UMA LAGRIMA

Marcial Salaverry

O sulco de uma lágrima,
sempre deixa sua marca,
sempre tem seu motivo,
seja dor ou lenitivo...
Lágrimas de amor,
ora expressam dor,
orar aquela saudade,
lembrando a felicidade
já vivida,
e que será lembrada
o resto da vida...
Aquela entrega apaixonada...
Aquele amor tão quente,
deixando o coração quase demente...
Aquele amor que conosco não temos,
mas que tanto queremos...
Aquele beijo lembrado,
aquele carinho trocado...
Momentos que não se esquecem...
Lembranças que não perecem...
Lágrimas por amor vertidas,
sempre lágrimas sentidas,
marcas de coisas vividas...

 

 

A COR DA LÁGRIMA

Celia Jardim

Se a lágrima tivesse cor
seria esmagador
que alguém as visse escorrer em nossa face
revelando os nossos momentos
de desespero e de dor
O sofrimento deixa uma sensação de impotência
quem de nós se aproximasse
daria a impressão de prazer ou de piedade
no auge do nosso torpor
E quando chorássemos de felicidade
num instinto de egoísmo e vaidade
afastaríamos de nós até as nossas amizades
com medo que tantas lágrimas coloridas
causassem grande inveja
nos olhos de quem não foram concebidas
Deus na sua sabedoria
logo a fez incolor
para que quando chorássemos
de tristeza ou de felicidade
todas as nossas lágrimas fossem tão somente
sinônimo de amor
e o amor não tem cor
só tem o cheiro da verdade
e assim toda lágrima é transparente
da cor da sinceridade

 

 

LÁGRIMA NÃO TEM COR

Cássia Vicente

A lágrima tem um leve sabor,
salgado que, quando chega à boca
marca sua presença íntima.
Não tem cheiro, não marca a face
e a sabedoria divina deu mais à lágrima,
deu a transparência,
para que possamos derramá-la
e somente nós sabermos o porquê.

 

 

Lagrima Não Tem Cor

Hebe Silva

Lagrima não tem cor...
É incolor
Mas se tivesse cor
Ninguem camuflava a dor...
Muito menos o amor...
Não escondia a tristeza...
Não remoia o odio...
A ira descontrolada
Que fere e mata...
Lagrima
É a manifestação
Dos nossos sentimentos...
Se tivesse cor,
Para alguns teria
A transparencia do belo...
Um arco-iris
De amor e paz...
Ao contrario de muitos
Que tem a escuridão
E o vazio dentro de si
E muita lamentação
E uma pedra
No lugar do coração....

 

 

«A lágrima não tem cor...»

Perguntei ao pintor:
Qual a sua opinião,
Sendo a lágrima incolor,
Como é que decidiria,
Qual seria a sua cor?
Ensaiou na sua tela,
Sem encontrar solução...
Porque a lágrima afinal,
De sentimento é expressão,
E ao rolar pela face
Mais não é do que o sinal,
Do que cá dentro se passe,
Do que vai no coração...
Seja de raiva ou de calma!
De tristeza ou alegria!
De amor ou de paixão!
Ou mesmo o sentir de dor!
De prazer ou decepção!
Da perda de um grande amor!
Qual a cor que então teria
Para cada estado de alma?
Por tudo isso Deus quis,
Pela sua natureza,
Dar à lágrima um matiz
De cristalina beleza.
Só podia como tal,
Ter pois a cor do cristal...

António Boavida Pinheiro
Portugal

 

 

LAGRIMA NÃO TEM COR

Mas tem gosto
De dor
Alegria
Surpresa
Privação
Susto
Coragem
Vibração
Medo
Felicidade
Amor

Nicola Araujo

 

 

LÁGRIMA NÃO TEM COR

Eduardo Samuel Ferreira

Lágrima não tem sexo,
cor ou nacionalidade.
Ela nasce do espírito
na tristeza ou felicidade.

Não é vergonha chorar, muitas vezes, através
do pranto a alma se alivia.
Se preciso for a deixe correr. Transformando-a
num remédio contra a desarmonia.

A criança chora ao nascer
mas nenhuma lágrima escorre em sua face.
É uma lágrima invisível e sem cor
pois é a expressão da liberdade.

A lágrima incolor do arrependimento,
nasce do vermelho do coração.
A lágrima incolor da felicidade
nasce de algo feito com fé, amor e dedicação.

A lágrima não tem cor
mas pode colorir os nossos dias.
Depende do que as fez nascer
nesse nosso dia a dia.

 

 

A COR DE CADA LÁGRIMA

(Carvalho Branco)

Se a lágrima não tem cor,
apenas gosto de sal,
como saber se é de dor,
ou por sofrer de algum mal?

Como saber se é de amor,
felicidade, alegria?...
Como saber, se qual flor,
desabrocha a fantasia?

Choro roxo de saudade;
meu pranto de amor é rosa.
É cinza, na falsidade,
quando há mentira na prosa.

A lágrima colorida
só a vê quem sabe amar.
Se à esperança dou guarida,
é verde esse meu chorar...

Lágrimas que secam gente
de tanto se debulhar...
Lágrimas que regam mente,
alma solta a revoar...
Pranto que me sulca a face
é da certeza que um dia,
meu sonho de amor abrace,
faça-o real poesia!

 

 


Lágrimas rebeldes

Eugénio de Sá

Choramos de tristeza ou de alegria
Vamos lá entender o coração
Se a ternura nos brota em turbilhão
Choramos de emoção e de estesia.

Mas se amargura que nos chega é tanta
Quem pode reprimir um farto pranto
Que nos mitiga a dor c'o acalanto
E nos liberta o aperto na garganta?

As lágrimas são pois libertação
Redutoras da mágoa, da tensão
Ou risonhas festeiras da bonança

São o esplendor nuns olhos capitosos
No deslizar de dias radiosos
São dissabores ou alvores da esperança

 

 

LÁGRIMAS DE UMA MULHER

Vera Hernandez

( GAMINE )

Digo-te...
Não faças uma mulher chorar...
Ela, quando chora, deixa
cair lágrimas de sangue.
Seu choro é desesperante...
Desconcertante...
Sai do fundo do coração
e das profundezas da alma.
Não a deixes chorar...
Não acabe com seus dias...
Não acabe com sua felicidade...
Deixe-a viver...
Deixe-a sonhar...
Deixe-a amar muito!
A mulher adora sonhar...
Vive num mundo de sonhos...
Faz conjecturas sobre a arte de amar.
Tem mil ilusões.
Acha muitas vezes que a vida é só beleza
e não entende muitas vezes da arte de perder,
da arte de quem não saiba amá-la.
Se você não a quer...
Deixe-a!
Deixa-a viver sua vida...
Amar!
Ser muito amada!
Enfim, ser feliz!
Essas lágrimas de uma mulher...
São minha loucura!

PS : EU TE AMO

 

 

LÁGRIMAS

Naidaterra

As lágrimas são cristalinas,
incolores e tem um sabor
salino como a água do mar...
As lágrimas podem ser
de dor, saudades e perdas,
mas podem ser também
de felicidade, imensa alegria
agindo em nosso emocional nos
fazendo transbordar em lágrimas...
Podemos, as vezes, ao ver
alguém em prantos, definir que tipo de lágrimas são,
de dor ou de felicidade pela
expressão do rosto, das mãos
e gestos...
São incolores e salgadas, mas falam de alguma forma...

 

 

LÁGRIMAS SEM COR

Maria Thereza Neves

Palavras que calam
pranto que encharca
derrama dores
medos
alegrias e amores.
Água que jorra do peito
ecos dos soluços sofridos
saudades salgadas do mar.
Sol que derrete
na escorrida face
alma em sorrisos silêncios
doce sonhar
da última lágrima
que evaporou no ar.

 

 

Lágrima Não Tem Cor

Roze Alves

Minhas lágrimas têm cor de liberdade
Como quando pus de lado a saudade
Elas livres escaparam para o mundo
Alívio, renasci no mesmo segundo
Minhas lágrimas têm cor de coragem
A que me deu força para deixar você
Joguei fora, não era amor, sim bobagem
Hoje entendo tudo sabe por quê?
Muitas lágrimas ainda irei verter
Elas me ajudam a sobreviver
Não só salgada é o seu sabor
Assim como também lhes dou cor.

Amanhecer-M
RJ: 17/01/2010

 

 

Lágrima tem cor

Marlene Vieira Aragão

Eu te digo que minha lágrima tem cor
Saindo de meus olhos num triste clamor...
São lágrimas ardentes que queimam meu rosto
Num ritmo alucinante de tanta dor...
Elas bailam sobre olhar nublado olhar
Em gotas de sal de tristeza e de amargor...
Tento disfarçar esse meu negro mundo
Onde me atirou a desilusão do amor...
Agora, aqui, são vermelhas, verdes, roxas
Pois, de minh’alma, elas jorram com ardor...
Lágrimas coloridas, perdidas assim,
Ficam desconexas, em triste palor...
Lágrimas coloridas eram de alegria
Agora é desesperança maior...
Ah! Se pudesse voltar a rir de novo
Certamente seriam de outra cor...
Seria cor de anil, da felicidade,
Não da saudade que deixa dissabor...
Se aqui estivesse nem lágrima teria;
Mas num gesto tresloucado virou desertor...
De um coração que pulsava sedento
De alegria, pleno vermelho em frescor...
Só a saudade ficou; a vontade de voar
Pra bem longe, esquecer o galanteador,
Que me deixou sem rumo, ao deus dará
Derramando lágrimas de pagador.
Ah, que destino cruel me destinou
Quando agiu como só um vil predador!
A lágrima vertida vai sem rumo cai,
N’esperança de te encontrar onde for.

 

 

A Lágrima

A lágrima foi sempre mui presente
Em minha vida desde muito cedo.
Tão logo me tornei adolescente
Muito chorei: tristeza, dor e medo!
Perdi parentes, lamentei amores,
Sofri também bastantes dissabores
E a lágrima sempre companheira
Banha-me o rosto pela vida inteira.
Hoje madura, sinto-me feliz
Não poucas vezes vem alguém, me diz
Que uma luz, tenho a me iluminar
Ouço, sorrio, olho para um canto
A lágrima - emoção, teima em rolar
Junto co’a luz, tenho na face o pranto.

Cida Micossi - Santos

 

 

Edição Mara Pontes©

 

.~.~.VOLTAR.~.~.