PARTICIPANTES

01 - Ilze Soares
02 - Naidaterra
03 - Luiz G.Bezerra
04 - Penhah Castro
05 - Nyl Garcia
06 - Beki Bassan
07 - Marilza Calsavara
08 - Luiza Benício
09 - Faffi
10 - Zeca Feliz
11 - Arianne Evans
12 - Marcial Salaverry
13 - Humberto - Poeta
14 - Maria Tomasia
15 - Anibal Albuquerque
16 - Vera Hernandez
17 - Lenora de M.Sobrinho
18 - Cássia Vicente
19 - Marly Caldas
20 - Rute Seubert
21 - Eri Paiva
22 - Isabel Passos
23 - Antonio B.Pinheiro
24 - Malu Novo
25 - Nidia V. Potsch
26 - Marlene Vieira Aragão
27 - António Barroso (Tiago)

 

 

 

LUAR

Ilze Soares

Lua prateada que no ceu resplandece,
fulgurante, brilhando como joia preciosa
incrustada no onix que mais a enaltece!
Sob seus raios luminosos,
permite que os amantes se abracem,
numa real felicidade,
que jamais fenece!
Ah, lua maravilhosa!
Voce me traz muita saudade...

 

 

 LUAR

Naidaterra

Luar que faz sonhar,
luz prateada que encanta
quem está a amar...
Luar, inspiração dos poetas
que falam de amores
sensíveis, sem dores...
Luar que fascina
em todas as suas formas
iluminando os corações que,
mais que tudo, desejam viver
eternamente um grande amor...
Conceda amiga antiga que,
no céu nunca deixou de brilhar,
aos amantes, viverem um amor
eterno, enquanto dure..

 

 

 LUAR...

Na janela da vida
Nas noites enluaradas
Deixo meu olhar perdido
Voando no amor imortal
Dos seus olhos querida
Púrpuros de felicidade
Paixão da minha alma
Lindos! Iguais ao luar
Símbolo de beleza singular
Dos amantes e apaixonados

Luiz Gonzaga Bezerra

 

 

 SOB O LUAR...

by Penhah Castro


O luar vem engalanando a noite
vem chegando e anunciando
que está repleto de uma grande energia
que está trazendo um mundo de alegria
para realizar toda minha fantasia...
O céu, com suas estrelas,
nos ensina a simplicidade...
Com seu espetáculo diário mas total...
Indica o movimento para viajantes...
Excita o coração dos amantes...
Ai, então, me encontro com a vida!
Canto versos de amor ao seu ouvido!
Ouso com minhas mãos acariciar!
E, seus beijos me fazem acreditar!
Que sua alma alegremente vem ,á minha, se agregar...
Trazendo flores lindas com seu chegar!
Inundando de perfume o ar...
Com seus ares lindos de sedução...
Conduzindo meu corpo nos devaneios loucos da paixão.

 

 

LUAR

Lua nova, lua cheia, lua crescente ou minguante,
a fase pouco importa, ouvindo estás,
os sussurros dos amantes!!
Poderosa, com seu brilho único,
faz de quem te admira um poeta do amor!
Amar à luz da lua... beijar.. sonhar... divagar...
Teu luar inspira aquele que ousar te fitar!
Hipnotizas com tua grandeza!
Embelezas com o teu esplendor!
Desperta nos corações as maravilhas do amor!
Quem nunca namorou, não conhece o teu luar...
Que nunca se apaixonou, não consegue te decifrar...

*NYL GAR*
26/10/2008
13:10 hs

 

 


LUA CHEIA

Lua completa e brilhante...
traz amor aos amantes...
inspira os poetas
e embriaga a alma.
A lua cheia excita,
trazendo lindos desejos,
fazendo os corações abrirem
para viver uma amor total.

Beki Bassan

 

 

 LUA CHEIA

O brilho da lua,
No céu estrelado,
Tem uma aura dourada.
O mesmo olhar
Que eu envolvo a lua,
Eu também coloco
Em torno do amor
Dentro do meu coração.

MARILZA PEREIRA CALSAVARA
MDLUZ

 

 

 Oferecendo a Lua

Luíza Benício

Quando o homem foi à lua
Daqui da terra a sonhar
Muitos se contradiziam
No seu modo de sonhar!

Uns achavam que era fria
Outros que seria um forno
Uns diziam não ter água
Outros, que sempre era dia!

Que seria habitada
Por seres bem diferentes...
Andavam com quatro patas
Mas consciência de gente

E o homem chegou lá
Muitos planos, descobertas
Minérios bem diferentes
Descobriram logo por lá

E como gostam de guerras
Trataram de logo fazer
Uma base militar
Pra suas armas usar!

Mas, não viram sequer árvores
Animais, pássaros... nem mar!
Nem podiam, olhando o céu
Avistarem o luar!

 

 

 Luar

faffi

Lua dourada ,
que caminha por entre as estrelas,
me faça sonhar com o meu amado,
e que meu sonho também seja dourado.
Me deixe brilhar como uma estrela
na hora do beijo roubado.
Me alimente do seu luar,
para que eu me sinta viva até o dia clarear
e sem a sua presença lua amada,
eu ter de acordar.

 

 

 ExtaZiado!!!

Foi o termo que encontrei para expressar
este tão lindo e excitante Poetar
em que vemos a Amada Lua e seu luar
e as mils estrelas nesse céu que a piscar
embasadas por um fundo na verde cor
que aumenta e excita inda mais o amor!

Da Menina - nem há como falar e descrever
a beleza e sensualidade de seu Ser
onde minh'Almamante - porém pura
imagina acariciar o colar de sua cintura!

Eu que já sou um as_sumido Vento
ora deseJo em Mar me transformar
para com os meus umidos karinhos
essa linda Donzela akariciar!!!

Zeca Feliz - gaDs!

 

 

Ó, lua namoradeira,

empresta - me um pouquinho
desse teu grande fascínio!
Tu brilhas em teu escrínio
e eu aqui choro sozinha...

Só se conquista um Poeta
com raios de luz prateada,
com rubras rosas fragrantes,
perfumes insinuantes
e uma paixão desvairada...

Meu Poeta, meu amor,
nem se dá conta de mim,
que lhe ofereço meu tudo...
mantém - se estático e mudo
porque te falta, em mim...

Por favor, ó, lua amiga,
minha musa inspiradora,
não te retires, assim,
quando a noite de cetim
se vai e o leva, de mim...

Parece até sortilégio...
Mesmo no dia mais lindo,
com Sol brilhante, dourado,
vento brando e perfumado,
com rosas rubras se abrindo...

Não o vejo um só instante!
Pode até ser impressão,
mas ele anda à procura
da sua musa mais pura...
E esquece meu coração!

Arianne Evans

 

 

 NOITE ENLUARADA

Marcial Salaverry

Numa noite enluarada,
ao lado de minha amada,
apenas quero sonhar...
Sonhar depois de muito amar...
Numa noite enluarada,
com ela tão enamorada...
Explodem as paixões,
envolvendo nossos corações...
Numa noite enluarada,
com a paixão testemunhada,
pela lua tão silente,
que vê esse amor, simplesmente...
Um amor que vem da alma,
que excita e também acalma...
Um amor de uma forma tão apaixonada,
Nesta noite enluarada...
Nessa entrega total,
nesse amor tão forte, tão real,
seguem nossas almas apaixonadas,
procurando muitas noites enluaradas...

 

 

 LUA

Humberto - Poeta

A minha emoção é intensa
ao ver os suaves refolhos
de prata, da lua imensa,
refletidos nos teus olhos!

A tua pureza eu queria
que fosse como a da lua,
que para o sol se atavia
sem pudores de andar nua!

No olhar que a noite esquadrinha,
eu procuro a imagem tua
e te encontro sentadinha
na foice prata da lua!

É nos becos da tua rua
que eu quero te namorar,
pra que só o olhar da lua
se atreva a nos espiar!

 

 

 LUAR

Maria Tomasia

O luar me contagia
me transmitindo a magia
de, com o meu amor, estar.
O brilho das estrelas,
também me ajudam a sonhar.
Uma paz intensa predomina
E só sinto harmonia...
Até os anjos, ouço cantar.
Os pássaros noturnos,
voam com alegria,
não existe nostalgia
e, deixam, de ser soturnos.
Sobre o mar, emite raios
formando um espelho gigante
Não existe nada mais tocante
O saudar até os grandes rios.

 

 


Soneto ao Luar

Aníbal Albuquerque

Deitado sobre a areia nordestina,
a ouvir, nas folhas do coqueiro, o vento,
a cabeça nas pernas da menina,
olho o mar e compor uns versos tento.

Contemplo a lua, bela obra divina:
no alto, ela embeleza o firmamento,
sobre o mar, sua luz é prata fina,
seu encanto adoça meu sentimento.

O luar no nordeste é mais bonito,
o silêncio é mais fácil de escutar,
sente-se bem mais perto do infinito.

Sinto-me feliz, como um grão-vizir,
sem saber se é mais belo o céu, o mar,
a lua, ou lindo rosto a sorrir...

Aníbal Albuquerque

EMBAIXADOR UNIVERSAL DA PAZ
(Cercle Universel des Ambasseurs de la Paix - Genebra - Suíça)
VARGINHA - MG - BRASIL

 

 




LUAR

Vera Hernandez
( GAMINE )

Luar prateado que ilumina
nossos corpos jogados à beira-mar.
Luar que manda luz para banhar nossos corpos.
Luar de amor...
Luar feito para amar...
Luar de felicidade...
Deitados estamos e assim ficamos...
Olhamos o céu, cruzamos nossos dedos
e fizemos juras eternas de amor.
Lua eterna dos enamorados.
Lua que mostra nossos corpos nus
e cansados depois de muito amor feito.
Areia bendita que escorrega por entre nós...
Mar...Luz...Luar!
Terno e eterno amor.
Luz divina que concorda com esse
amor feito por duas almas apaixonadas.
Esse luar...
Todo esse amor...
São minha mais terna loucura!

PS: EU TE AMO

 

 

 Na lua cheia

Sou louca varrida...
Nas horas que passo
Divagando com problemas...
Até alheios.

Meu caminho percorrido
Se completa quando...
A lua explode,
branca, cheia no céu.

Inteira apenas ao pensar
Na minha hora,
Dentro de todas as coisas
Que te escrevo...
Das coisas que de você recebo
Dentro das horas...
Que te espero,
Te desejo,
E te quero.

Fico louca varrida...
Na lua cheia.

( Lenora de Mello Maria Sobrinho) 24/agosto/2010
Londrina - PR.

 

 

 LUAR

Cássia Vicente

"...Não há oh gente oh não,
luar como este do sertão..."
E não há mesmo gente...
meus olhos que o digam.
Lua minguante, crescente, nova
ou cheia...cada uma com sua magia
ilumina minha casa no meio do nada,
entrelaçam meus sonhos com o verde da mata,
meus desejos se aprofundam com a leveza que
a água do lago transmite.
Meu coração entrelaça meus dedos e...
quantas poesias de amor...

 

 


Efeitos da lua

Marly Caldas

Nuvem esconda essa lua
Pois ela me enfraquece
No quarto minguante
Ele me esquece
No quarto crescente
Ele me aborrece
Na lua nova
Ele me aquece
Mas na lua cheia
Ele me enlouquece...

 

 

LUAR

Rute Seubert

Quando Cai a Noite espero...
contando os minutos e segundos
para ver a Luz do Luar brilhar sobre mim.
Então viajo...
junto com as nuvens que vejo
passar sobre meu corpo.
E meus sonhos vagam
por um vale sem fim como a Luz do Luar.
Que por fim trazem novas esperanças de amar
e de viver.
Esta Luz me acaricia, como
se eu fosse à dama da noite a espera do meu amor,
que no Céu já vive para sempre.

28/agosto/ 2010
SC

 

 



LUAR

Eri Paiva

A terra se enche de luz,
Vai vencendo a escuridão
Quando no horizonte reluz,
Da lua, o seu lindo clarão!
Assim, tão bela e brilhante

Apontando no céu sem fim,
Lembranças da alma amante
Fazem cócegas em mim!
Luar de véu prateado

Que só encantos nos traz...
Traz também o meu amado,
A razão da minha paz!
Serena-me as emoções
Com tua luz, teu reflexo.
Junta nossos corações,
É por amor que te peço!

Em 29. 08. 2010

 

 

 LUAR

Faz-me sonhar...
Luar
Com teu brilho prateado
Sonho com meu amado
Meu sonho mais desejado...
Luar
Sob a tua luz branca, majestosa
vislumbro a beleza da rosa
que me ofertou meu amor,
com um beijo no perfume da flor...
Doce ternura
Suave loucura
É amar
à luz do Luar!...

Isabel Passos

 

 

ENTARDECER

António Boavida Pinheiro
(Lisboa - Portugal)

O Sol no céu azul vai baixando
Ao se aproximar o entardecer,
As gaivotas em bando vão voando
No ciclo migratório de seu viver.

Ondas revoltas, na areia vão rolando,
Após outras... num eterno suceder,
E em seu vai-vem, as dunas alisando
Da areia, onde o sonho foi lazer...

E a pouco e pouco a praia esvaziando.
Que vai restar então? Que vai ficar?
Só esse som das ondas sussurrando,

À praia amiga, no ciclo das marés,
Que a Lua muito em breve irá banhar
Num luar de prata... uma e outra vez...

 

 

LUAR

No caminho, a lua
Na lua, o caminho
No luar, o caminhar
Poeira lunar
Iluminando, caminho
Por onde hei de passar
Em versos, reflexos
Reflito, no avesso
Avanço, animada
Enluarada, enamorada
Pela lua prateada...

Malu Novo

 

 


Sob a luz do luar

Nídia Vargas Potsch
(indriso)

Lua que reflete luz iridescente, por favor,
Responda-me: espero-o com ansiedade.
O nervosismo por conta da emoção...
Ele virá? Atenderá ao meu chamado?
Desejo reviver a magia do primeiro encontro
Em noite aconchegante só pra nós dois...
Paraíso!Local onde extravasar sonhos.
Luar, convite sensual para amar!

@Mensageir@
Rio, 01/09/2010

 

 

LUAR

Lua que ilumina as sombras tão escuras...
Estende olhar sereno e prateado
Sobre mim, caminheira, em clausuras
Amargas e insólitas, limitada...
Lua que ilumina as lajes, o telhado
que escuta entre soluços, desventuras
mil, participa desse som alado
que insetos tão cegos saem à procura...
Oh, luar, que ilumina a escuridão
Não deixa meu pensar correr demais
Quero ficar aqui, bem presa ao chão...
Luar, luar segura meu olhar...
Gosto do teu encanto, não se vá
Pois faz meu coração acelerar!...


Marlene Vieira Aragão

 

 

O luar

O reflexo punha a água prateada
Que enchia a alma de paz e doce enlevo,
E nós dois, na margem, buscando o trevo
Na noite linda, calma, iluminada.
Os pés pisavam a relva molhada,
E os raios de luar punham em relevo
A árvore imponente que amar eu devo
Porque era nossa cúmplice, aliada.
E o luar prosseguia alto e sereno
Com os raios surgindo num aceno
Piscando o olho, formando um desejo,
Que o tempo, ali mesmo, fosse parar
E que a sombra encobrisse do luar
Aquele meigo, longo, eterno beijo.

António Barroso (Tiago)

 

 

 

Edição Mara Pontes

 

.~.~.VOLTAR.~.~.