Participantes

 

01 - Ilze Soares
02 - Sandra Galante
03 - Rosamaro
04 - Magaly Zingaro (Maga)
05 - Marcial Salaverry
06 - Antonio Barroso (Tiago)
07 - Dany Burgueira
08 - Ilka Bosse
09 - Vera Hernandez
10 - Penhah Castro
11 - Beki Bassan
12 - Ju Armos
13 - Eugenio de Sá
14 - Mª Elena Sancho

 

15 - Helena Luna
16 - Maria Tomasia
17 - Mª Olga de O.Lima
18 - NaidaTerra
18 - Marinez Stringheta/Mara Poeta
19 - Gildina Roriz(Magy)
20 - Clara da Costa
21 - Lenora de M.Sobrinho
22 - Cibele Carvalho
23 - Marcos Toledo
24 - Dilma Suero
25 - Humberto - Poeta
26 - Eri Paiva
27 - Nilza Stringhetta Rossi
 

 

 

 


Sonata do Corpo

Ouço no ar suave sintonia,
ao sentir seus dedos
a partitura do meu corpo dedilhar...
São acordes de pura magia,
que me fazem flutuar
e de felicidade sonhar!

Ilze Soares

 

 

Sonata do corpo...

Dedilha em mim as tuas mãos
Faz de mim a mais bela canção
Em notas claras e contundentes
Canta em semitons este enredo
Para que a minha alma fique em êxtase
Dorme agora ao meu lado
A sonata do amor foi executada...

Sandra Galante.

 

 

SONATA DO CORPO.

Um corpo escultural...
Instrumento do amor,
Aos acordes de teus dedos...
Pareces um deus grego...
Que numa sonata em segredo...
Com um toque sensual,
Envolvendo tua musa...
Que parece flutuar...
Nessa ária musical...
Como um convite pra sonhar,
Momento certo pra amar.

Rosamaro

 

 

Sonata do Corpo

Seu corpo amor,
sempre vou tocar...
Hei de fazer-te suspirar
quando me quiseres
é só chamar!!!

Magaly Zingaro
(Maga)
20/09/2010

 

 

DESEJO É ISTO

Marcial Salaverry

Desejo é o querer,
mas não ter...
É aquele doce querer...
É aquele quente desejo...
É querer sentir aquele beijo...
É imaginar as mãos o corpo explorando...
É lembrar do quanto estiveram se amando...
É suspirar sem saber o porque...

 

 

Sonata do corpo cansado

Com o corpo bem mole, elanguescido,
P'lo cansaço dum dia de labuta,
Busco a pequena sombra, diminuta,
E corro a refrescar-me, de seguida.
Anseio, oh! quanto anseio pela cama
Onde meu corpo deitarei, cansado,
E depois dum banho bem perfumado,
Esperarei por ti com nova chama.
Se, ao chegares, prometes ser ardente,
Quero cansar meu corpo, novamente.

António Barroso (Tiago)

 

 

Sonata do Corpo

Seus dedos deslizando
pelo meu corpo ardente,
vão arrancando
doce sonata de ais...
Pelos eriçados
pedem sempre mais!

Dany Burgueira

 

 

Sonata do Corpo

(Ilka Bosse)

Para me conhecer
basta dedilhar,
calmamente,
o meu corpo
em braile!

Ilka Bosse (Bailarina das Letras)
Blumenau-SC-Brasil-julho/2009
(registrado por senha)

 

 

CORPO ESCULTURAL

Vera Hernandez
( GAMINE )


Corpo perfeito...
Pernas bem torneadas...
Seios perfeitos...
Um suave balanço no andar...
Doce para amar...
Meiga...
Muitas vezes, metida à besta...
Loira, leve, livre, solta...
Onde ficou você, felicidade?
Por que abandonou essa linda mulher?
Essa minha escultura linda e infeliz...
Será sempre...
Loucura de mim!

 

 

SONATA DO SEU CORPO

by Penhah Castro

Quando você se aproxima
um magnetismo no ar
parece sempre se instalar...
E, eu deixo-me levar

Por este encantamento
sentindo a cada momento
o seu amor a me inebriar...

 

 

SONATA DO CORPO

Beki Bassan

Meu sonho é poder um dia,
com meus dedos dedilhar,
cada ponto do seu corpo,
como se estivesse tocando,
uma linda serenata cheia de ternura,
cujo ápice é um convite para amar.

25.09.10

 

 

Sonata do Corpo

Muito antes do corpo
pressentir tua presença,
minha alma te buscava.
E chegastes... numa canção.
Nunca mais alma em ausência.
Meu corpo agora teu
Pleno de vida em amorosa sonata
sabe agora que desde o sempre
apenas te esperava!!!

Ju Armos

 

 

Sonata para um corpo

Eugénio de Sá

Toda a música nos arrebata a alma
E ela voa c'o corpo em extasia
Nos divinos acordes de uma Ave Maria
ou de uma doce valsa bela e calma

E nos momentos altos da existência
Igualmente vibramos enlevados
Matamos as saudades com um fado
E num Te Deum choramos uma ausência

Ao som de um stradivários viajamos
Num Strauss qualquer de uma quimera
Embalando o amor com que sonhamos

E qual gaúcho em mágoas envolvido
Sentamo-nos nostálgicos ao fogo
Ouvindo uma balada sem sentido

 

 

Suena el cuerpo

Como castañuelas,tirita
de amor al rozar nuestra piel
en sinfonía,violines,ángeles y arpas
acompañan este sonar de cuerpo
el cual se oye desde el cielo
hasta la tierra,en armoniosa sinfonía.

Maria Elena Sancho

 

 

SONATA

Tuas mãos
Tocam meu corpo,
É música
Que desperta o meu desejo.
Entrego-me, então, não resisto,
à volúpia do teu beijo,
ao anseio, doce enleio.

Helena Luna

 

 

Sonata do Corpo

Maria Tomasia

Tu és um compositor magistral
como não existe outro igual.
Transforma o meu corpo todo
numa linda sonata de amor.
Apenas com teu dedilhar
pelas suas reeentrâncias,
fazes meu rosto iluminar
e, em unissonância,
tiras dele linda sinfonia.
Tudo em mim se irradia
nesse instante de magia.

 

 

Sonata do Corpo

Maria Olga de Oliveira Lima

Em notas musicais,
Desliza no meu corpo
O teu corpo,
Fazendo-me em delícias
Flutuar...

No êxtase,
Meu desejo é em carícias
Os toques recomeçar...

Meu corpo
Teu corpo quer...
Sempre mais!...

Mente não desmente...
Pede sempre!...

 

 

MEU CORPO

Naidaterra

Meu corpo é um rio inquieto
que pulsa e estremece...
Chama acesa inflamada que
chama para um doce mergulho...
Uma flor que desabrocha
quando tocada, tecida...
Fonte inesgotável de desejos,
amor, paixão, prazer...
Ouça o meu murmurejar e
venha me amar, me mergulhar...

 

 

SONATA DO CORPO

Meu corpo desfalece
Se o teu corpo
O meu... aquece
Se me olhas
Sinto-me nua
Completamente
Ruboriza-me a face
Sou em tuas mãos
As cordas e o teu violão.

Marinez Stringheta/Mara Poeta

 

 

Sonata do Corpo

Gildina Roriz

Meu corpo
Teu beijo
Duas notas
Solfejo
O tempo
O vento
Teu corpo
Um desejo
Convite pra amar
Nós dois
O espaço
Sonata no ar

 

 

SONATA DO CORPO

Isabel Passos

Com teus dedos macios
beliscavas, suavemente,
as cordas dos meus sentidos.
Em movimentos lentos tangias-me,
voluptuosamente, insinuante...
Delirante, ouvia a Sonata que, com maestria,
em mim dedilhavas de forma terna e sensual.
Já exangue, um movimento rápido e dançante
elevou-nos até ao paraíso final...

 

 

SONATA DO CORPO

Estamos na mesma louca sintonia,
nos movimentos ondulantes de nossos corpos suados.
Nesse mar de calor,
nessa dança do desejo,
dedilhamos com maestria uma sonata de amor...

Clara da Costa

 

 

SONATA DO CORPO

Nos acordes profundos
Dando corda...
Provocando volúpia
Soneto em versos
Sonata do corpo...
Caixinha de música
Entre seus dedos.

Lenora de Mello Maria Sobrinho
( Londrina 25/setembro/2010 )

 

 

Teu corpo

Cibele Carvalho

No teu corpo de linhas bem traçadas,
vivo os poemas de amor que ainda me restam.
As palavras são músicas, cantadas
com a voz que os sentidos me emprestam.

Nesse poema-canção que tu me inspiras,
eu escrevo meu mais belo verso.
E, enquanto bebo o ar que tu expiras,
lanço-me à conquista do universo.

 

 

Seu corpo

Marcos Toledo

Seu corpo é uma orquestra
que pede, incessantemente,
para ser dedilhado, soprado e cantado.
Nesta orgia de sons e toques,
não se pode desafinar,
tudo deve ser bem afinado.
Sopros ao ouvido, toques em mamilos,
cânticos de amor, ao luar,
corpos suados a bailar.

Amém

 

 

SONATA DO CORPO

(Dilma Suero)

O corpo em si é uma sonata
cheio de curvas, músculos e melodia.
Quando afinado toca belas canções,
desafinado... só decepções!

 

 

CORPOS

Humberto – Poeta

Em beijos dos mais ousados,
as nossas sensuais fraquezas
tornam dois corpos gelados
em duas fogueiras acesas!

 

 

MEU CORPO

Naidaterra

Meu corpo é um rio inquieto
que pulsa e estremece...
Chama acesa inflamada que
chama para um doce mergulho...
Uma flor que desabrocha
quando tocada, tecida...
Fonte inesgotável de desejos,
amor, paixão, prazer...
Ouça o meu murmurejar e
venha me amar, me mergulhar...

 

 

SONATA DO CORPO

Eri Paiva

O teu corpo vibra
Ao som do meu cantar!
Extasiado se delicia
Ao toque do meu dedilhar!
Ele é a minha poesia
Quando estou a te amar!

Em 10. 10. 2010

 

 

Sonata do Corpo

Meu corpo é todo poesia
Musicado pelas harpas angelicais
Há musicalidade até em noites frias
Melodias pautadas regidas
Pelo Senhor Da Vida

Nilza Stringhetta Rossi

 

 

 

Edição Mara Pontes

 

Selo participação

 

.~.~.VOLTAR.~.~.