Quando voce chega
Ilze Soares

 Quando você chega,
parece que traz junto a primavera,
 o mundo se enche de belas cores!

Quando voce chega,
minh'alma faz festa e esquece as dores!

Quando voce chega,
o sol ilumina minha janela,
meu coração se põe a disparar
e quase chego a sufocar!

Quando voce chega,
as estrelas ficam mais belas,
minha pele fica em chamas
e  meu corpo todo reclama,
querendo apenas amar.

Quando você chega
e me aperta em seus braços,
num apertado abraço
e meus lábios busca para beijar...

É neste instante
que sinto o tempo parar!
 
 
 

 
 
 
 
 
Quando tu chegas
 
 
Quando tu chegas, assim, tão formosa,
perfumando o espaço por onde passas,
todos, mas todos, sentem tuas graças
que só se podem comparar à rosa.
 

Quando tu chegas, pára o movimento,
o mar manada acalmar a tempestade,
donde vens, ficam montes de saudade
à espera dum recado em voz do vento.
 

Quando tu chegas, no ar, há melodias,
as aves vão cantando hinos de louvor,
e esvoaçam todas, em teu redor,
espelhando as suas lindas poesias.
 

Quando tu chegas, o sol brilha mais,
e as luas lançam raios de encantar,
os pares se escondem p'ra namorar,
e as juras que se dizem, são demais.
 

Construir novas lendas, lendas gregas,
com louvores lançados à natureza,
e, da mulher, só estátuas de beleza,
é o que sucede, amor, quando tu chegas.    
 

António Barroso (Tiago)
 

**********************
 

 
Formatado carinhosamente
por Lucia Trigueiro



 
 
.~.~.VOLTAR.~.~.