-----
 
 

 
-----
 

 
 

 

 
 
 
 
 
 

 

 
 
 

 
 
 
 

Meu Jeito De Amar

José Ernesto Ferraresso
 
 
Sempre  amei de um modo
diferente e grosseiro.
Não reclamava, mas gostava.
e quando eu a tocava, você disfarçava.
 

O tempo passou, comecei a  sentir saudade,
e não consegui esquecê-la.
Ocultei meu bem querer por um tempo,
e fazia de tudo para você sofrer.
 

Foi meu jeito de amar,
 que em nenhum instante podia revelar.
Meu desprezo fez este amor findar,
e apenas a saudade resta.
 

Hoje, sou um homem sofrido e diferente; 
                     culpado venho pedir o seu perdão.                               
Preciso daquele amor que sentia antes, 
e ofereço, inteiramente, o meu coração.
 
Perdoa-me?
 
 
 
******************
 
Eu Perdoo
Ilze Soares
 
Você me pede perdão...
Eu sei que é sincero
e que vem do coração.
Mas como posso esquecer
tudo o que você me fez sofrer?
Foi tanto descaso, tantas grosserias!
Meu amor, que era tão grande,
foi os poucos se diluindo
e nada mais restou.
Eu o perdoo, sim,
mas o amor acabou.
Agora, há outro em seu lugar,
disposto a me amar
exatamente como eu sou.