Cala-se a Poesia
 
 Ilze Soares
 
 Olho para o papel, busco a palavra certa,
 não chega nem mesmo a errada!...
 Inspiração, onde voce foi parar?
 Foi dar uma volta, sem dia ou hora marcada
 para regressar?
 
 Os minutos passam rapidamente
 e o papel ali, na minha frente,
 nada escrito...branco virginal.
 
 Busco na minha imaginação
 alguma idéia perdida na memória,
 um sentimento escondido no coração...
 
 Nada, absolutamente nada!
 Vou sair em busca da poesia...
 Sem ela minha vida é muito vazia!
 Tão sem romantismo, paz ou alegria,
 que ja estou ficando desesperada!
 

 

 

 

.~.~.VOLTAR.~.~.