DEFINIÇÕES
 
 
Ilze Soares
 
Agradecimento: é quando o coração aplaude calorosamente aquilo que recebeu
Amizade: é o amor sem sexo e sem compromisso
Amor: é quando o que temos de melhor aflora e nos faz muito feliz
Angústia: é um nó apertado no peito, nem sempre justificado
Culpa: é quando temos certeza que não fizemos o deveríamos fazer
Felicidade: é o momento mágico que nos faz ver tudo azul  com bolinhas cor de rosa
Indecisão: é a luta entre o que queremos e o que nos parece correto
Intuição: é quando nosso anjo protetor encontra uma brecha em nossa couraça e mostra algo do futuro.
Jovialidade: é quando, independente da idade, o coração está sempre bem humorado
Lucidez: é quando a razão fala mais alto que o coração
Medo: é quando a razão adormece e qualquer coisa faz o coração disparar e a pele gelar, sem distinguirmos o porquê.
Paixão: é quando o sinal de alarme dispara e mesmo assim o desejo se instala
Preocupação: é o pensamento insistente com algo que ainda não aconteceu...E que nem sempre acontece!
Quietude: é quando a alma quer ouvir o silêncio
Raiva: é quando o sangue ferve e a razão desaparece.
Recordação: é quando a parede da memória nos mostra o quadro de um episódio que nos marcou.
Saudade: é quando o coração insiste em mostrar algo que nos fez feliz...
Sentimento: é a língua universal que o coração usa quando quer se comunicar conosco.
Solidão: é quando a alma se sente isolada, mesmo no meio de uma multidão
Tristeza: é quando uma sombra negra desce sobre o coração, deixando-o de luto
Vergonha: é aquilo que sentimos quando fazemos ou dizemos algo que não deveríamos...E todo mundo fica sabendo!
Vontade: é o desejo que nos faz seguir em frente, em busca de nossos sonhos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 .~.~.VOLTAR.~.~.