Nem Santa, Nem Louca
Ilze Soares
 
Não marco bobeira
Nem durmo de touca
Sou mulher, sou faceira,
Nem santa, nem louca...
Se caio, logo levanto,
Não faço choradeira.
Às vezes canto,
Em outras...sou muda.
De carne e osso,
Faço o que posso
Pra não ir ao fundo do poço!
Uma coisa eu garanto:
Sou humana!
 
 
Poema inspirado na formatação da Rosazul. Obrigada, mamy. Um beijo.
 
 
 

 
 
 

.~.~.VOLTAR.~.~.