Casa Vazia
 
Ilze Soares
 
É tarde! Chego cansada.
Silêncio... Casa vazia.
Ansiava surpresa, movimento...
Um abraço apertado...
Nada!
Escuto ao longe vozes, risos...
Tem festa, sim,
mas em outro apartamento.
Dispo-me da solidão.
O dia foi de vitória
e não quero angústia
apertando meu coração.
Faço minha própria festa dentro de mim!

10/05/2012

 

.~.~.VOLTAR.~.~.