Poesia ao Luar
 
Ilze Soares
 
Vôo em nuvens macias de algodão,
espreitando, de perto, cada estrela,
sentindo a intensidade da coloração,
tocando algumas... só as mais belas.
 
Chego pertinho da lua prateada...
  Rendo - me totalmente ao seu fascínio!
Fico cada vez mais e mais encantada,
e quedo-me, diante dela, em silêncio.
 
É de uma gigantesca beleza,
iluminando com seus raios a Terra,
alterando os fenômenos da natureza...
 
Procuro pincéis entre as serras
e num arco-íris ponho-me a pintar
versos de amor dedicados ao luar!